Se traduzirmos literalmente o termo Employer Branding, o seu significado é “marca do empregador’’, ou seja, um conjunto de técnicas ou ferramentas que permitem gerar uma percepção mais positiva da empresa diante do mercado.

Mas como isso funciona na prática? Como aplicá-lo em minha empresa? Veja neste artigo! 

transforme-o-RH-da-sua-empresa-com-o-nosso-sistema-de-ponto-em-nuvem

O que é Employer Branding?

A ideia do Employer Branding é justamente reforçar os pontos positivos da empresa, mostrando ao mercado de que aquele é um bom ambiente para se trabalhar, fortalecendo a sua imagem e a sua marca.

Essa prática ajuda inclusive a atrair e reter os talentos na empresa, bem como os profissionais certos para cada função. 

Na visão dos colaboradores, uma determinada empresa se torna uma grande oportunidade para o crescimento da carreira e valorização profissional, razão pela qual os talentos começam a aparecer. 

Estratégias de Employer Branding

Vamos conferir agora as principais estratégias que envolvem a aplicação do Employer Branding, observando-se as condições de trabalho de cada empresa. 

Definição dos objetivos

É importante ter em mente o que se deseja estruturar na empresa a fim de atrair os melhores candidatos, reter os talentos e ser bem vista no mercado. 

  • A cultura organizacional precisa de alteração?
  • Melhorar a descrição das vagas de emprego divulgadas;
  • Quais os benefícios oferecidos aos candidatos / colaboradores?

Fazer uma análise interna

Para encontrarmos uma solução, é preciso fazer uma boa análise interna a fim de identificar o problema e saná-lo da melhor forma possível. 

Pode-se começar por ouvir os próprios colaboradores e parceiros, deixando-os relatar a sua própria percepção da empresa, o que ela precisa melhorar, quais são os pontos fortes e fracos.

Deve-se então usar todas as respostas obtidas, analisá-las, e assim compreender de maneira ampla como a sua empresa é vista – portanto, aceite os pontos frágeis e use-os a seu favor! 

Se uma das falhas for a comunicação interna, por exemplo, pode-se corrigir esse problema instruindo aos líderes e gestores que abram mais espaço para que os colaboradores se expressem e relatem o que pode ser melhorado.

Perfil desejado 

Com todas as informações disponíveis da pesquisa, é hora de montar a o perfil ideal que a empresa está buscando. Não se esqueça de que são os colaboradores juntamente com a liderança que farão a empresa crescer.

Investir no marketing digital

O marketing digital é um excelente aliado quando se fala em captar novos talentos através da internet. Pois faz com que a empresa esteja sempre online nos principais meios digitais: redes sociais, blogs, sites, canais no Youtube, e-mail marketing, plataformas e etc.

Benefícios do Employer Branding para as empresas

Depois de aplicar as estratégias que mencionamos acima, começam a aparecer gradativamente os benefícios do Employer Branding na equipe de trabalho, levando-se em consideração a cultura organizacional e a singularidade de cada empresa. 

Novos talentos

Com a divulgação certa das vagas de emprego disponíveis, os candidatos certos começarão a entrar em contato para realizar entrevistas ou testes específicos. 

Essas práticas auxiliam inclusive a melhorar e otimizar o processo de recrutamento seleção. 

Reter os talentos

Não basta só atrair novos talentos mas também retê-los na empresa, por meio de políticas internas bem definidas, planos de carreira, benefícios exclusivos, boa comunicação interna e etc. 

Ser uma empresa boa de verdade

O maior bem que uma empresa possui é o seu time de trabalho, pois sem eles não há crescimento e desenvolvimento organizacional. Por isso, o Employer Branding deve ser implementado de maneira funcional e que retrate exatamente a imagem que a empresa deseja passar ao mercado.

Qual deve ser a postura do empregador ao aplicar o Employer Branding em sua empresa?

Diante de tantas mudanças a serem feitas é natural que os empregadores, líderes e gestores precisem passar por um período de adaptação até que os objetivos do Employer Branding sejam alcançados.

Mas, até que isso aconteça, é necessário ter um planejamento de crescimento da empresa. Assim, exigindo uma postura mais enérgica e de pensamento fora da caixa por parte de todos os membros da organização. 

Gostou desse conteúdo? Visite o nosso blog e tenha acesso à dicas exclusivas!

descomplique-a-gestao-de-ponto-da-sua-empresa

Utilizamos seus dados para analisar e personalizar nossos conteúdos e anúncios durante a sua navegação em nossa plataforma e em serviços de terceiros parceiros. Ao navegar pelo nosso site, você autoriza a Ortep a coletar tais informações e utilizá-las para estas finalidades. Em caso de dúvidas, acesse nossa Política de Privacidade.