Uma empresa, seja qual for a área de atuação, precisa de uma escala de trabalho bem organizada para que seus colaboradores possam desempenhar suas funções de acordo com a profissão.

Além disso, a CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas) possui orientações específicas para as escalas de trabalho. Por isso, as organizações precisam ficar atentas para cumprir o que diz a lei.

Diante disso, é muito importante saber o que é uma escala de trabalho e quais são. Então, continue a leitura e saiba mais sobre esse assunto.

O que é escala de trabalho

A escala de trabalho nada mais é do que a forma como é dividida a jornada de trabalho de um profissional. Apesar de semelhantes, jornada e escala de trabalho são termos diferentes. A jornada de trabalho são as horas que um colaborador pode trabalhar em um dia ou na semana.

Veja abaixo os tipos de jornadas mais comum:

  • 8 horas por dia ou 44 horas semanais;
  • 8 horas por dia ou 40 horas semanais;
  • 6 horas por dia ou 36 horas semanais;
  • 6 horas por dia ou 30 horas semanais;
  • 12 horas por dia ou 36 horas semanais;
  • 12  horas por dia ou 48 horas semanais.

Já a escala de trabalho é a distribuição da jornada de trabalho durante a semana. Em outras palavras, são os dias em que o funcionário irá trabalhar e os dias de descanso. É importante ressaltar que tanto a jornada quanto a escala devem ser respeitadas de acordo com a CLT, assim como o intervalo intrajornada.

No entanto, caso a empresa descumpra alguma norma descrita na CLT, ela pode sofrer sérios problemas, incluindo os processos trabalhistas.

Quais são os tipos de escalas de trabalho?

Agora que você já sabe o que é uma escala de trabalho, vamos conhecer os tipos mais comuns de escala e como cada uma funciona.

Escala 5 x 1

A escala 5×1 é muito comum nas empresas de telemarketing, nela o colaborador possui 1 folga a cada 5 dias trabalhados. Essa folga pode ser em qualquer dia da semana, conforme acordo entre a empresa e o funcionário.

Vale ressaltar que uma vez por mês essa folga precisa ser no domingo. Por isso, é importante a empresa ter um revezamento entre os profissionais.

A jornada de trabalho nessa escala deve ser de 7 horas e 20 minutos por dia, respeitando assim o limite de 44 horas semanais.

Escala 5 x 2

Essa escala é a mais comum e segue a mesma lógica da escala 5×1, porém o colaborador tem direito a duas folgas a cada 5 dias trabalhados. Geralmente, as folgas são no sábado e no domingo.

Para que o colaborador cumpra as 44 horas semanais, a sua jornada precisa ser de 8 horas e 48 minutos por dia.

Escala 6 x 1

Agora ficou fácil entender como funciona esse tipo de escala, não é mesmo? Ela também é bem comum e funciona da seguinte forma: o funcionário trabalha 6 dias e folga 1 dia na semana.

No entanto, a folga pode ser fixa ou variar de acordo com a demanda da empresa. Um lugar que costuma utilizar muito essa escala são os salões de beleza, já que possuem uma demanda alta nos finais de semana.

Escala 12 x 36

Como mencionamos anteriormente, algumas escalas são baseadas em horas e não nos dias trabalhados. Nesse caso, o funcionário trabalha 12 horas consecutivas e tem direito a 36 horas de descanso seguidas.

Essa escala é muito comum em hospitais, empresas de segurança e porteiros. Esse modelo está previsto no artigo 59-A da CLT. Contudo, o colaborador pode negociar com os sindicatos e convenções.

Quais são os principais tipos de escala de trabalho?

Conheça o Fortime

Simplifique o seu RH com o nosso Sistema de Ponto. Ganhe tempo e evite ações trabalhistas!

    Escala 18 x 36

    Esse tipo de escala é menos comum e não está previsto na legislação. Porém, a empresa que adotar essa escala deve fazer um acordo com o sindicato ou a CCT (Convenção Coletiva de Trabalho).

    No entanto, a escala 18×36 segue a mesma lógica da anterior: o colaborador trabalha 18 horas consecutivas e folga 36 horas seguidas.

    Escala 24 x 48

    Nessa escala, o profissional trabalha 24 horas consecutivas e descansa por 48 horas seguidas. Em outras palavras, o colaborador trabalha por um dia inteiro e folga dois dias consecutivos.

    Esse modelo é muito utilizado no exército e em postos policiais. Além disso, vale ressaltar que os horários para pausas e intervalos intrajornadas são específicos e o tempo é maior.

    Escala 40 x 48

    Também é conhecida como semana espanhola, essa escala consiste em uma espécie de compensação de horas, onde o colaborador trabalha 40 horas em uma semana e 48 horas em outra.

    É importante frisar que esse modelo de jornada só é possível mediante acordo com o sindicato ou convenção coletiva.

    Como fazer uma gestão das escalas de trabalho eficiente?

    Como vimos, é essencial para a empresa cumprir à risca as escalas de trabalho estabelecidas pela lei. Além disso, a empresa precisa ter uma boa gestão dessas horas, afinal, qualquer erro pode gerar sérios problemas.

    O For Time, o sistema de controle de ponto online da Ortep, é a solução ideal para o seu negócio, uma vez que você pode criar escalas de acordo com as suas necessidades. Assim, você não precisa se preocupar com erros nos horários dos seus colaboradores.

    Além disso, nosso sistema atende todas as especificações das Portarias 671 e 1.486. Clique na imagem abaixo e tenha mais segurança e tempo para realizar a gestão de ponto dos seus funcionários.

    Sistema para o Controle de Ponto