Como a avaliação de desempenho profissional aumenta a produtividade?

A avaliação de desempenho profissional é uma ferramenta bastante utilizada pelas empresas hoje em dia. Além de medir a performance dos empregados, a avaliação de desempenho é capaz de identificar problemas no dia a dia de trabalho e, assim, contribuir para a melhoria de diversos processos internos.

Ao mesmo tempo em que a avaliação de desempenho ajuda as pessoas a desenvolverem um trabalho de mais qualidade, essa metodologia também aumenta a produtividade das equipes, ao estabelecer metas e objetivos, que devem ser conquistados dentro do prazo determinado pela organização.

Mas, você sabe o que são e como funcionam as avaliações de desempenho profissional nas empresas?

O que é uma avaliação de desempenho profissional e como ela é feita?

De acordo com Chiavenato, um dos maiores nomes em administração de empresas e recursos humanos, a avaliação de desempenho profissional é uma apreciação sistemática do desempenho de cada pessoa, que leva em consideração as atividades que ela desempenha, o seu potencial e os resultados que precisam ser alcançados.

Existem várias modalidades de avaliação de desempenho, e os gestores de RH devem apontar qual é a melhor delas de acordo com o objetivo da empresa.

Entre os tipos mais comuns de avaliação de desempenho profissional, destacam-se as seguintes:

  • autoavaliação: é considerada uma das metodologias mais usadas pelas empresas, justamente por possuir um baixo custo de implementação. A autoavaliação consiste em fornecer ao empregado ferramentas para que ele mesmo possa refletir sobre a sua atuação na empresa, destacando os pontos fortes, as fraquezas e como é possível melhorar esse processo.

O maior desafio em implementar a autoavaliação nas empresas é o fato de que, não raramente, as pessoas possuem dificuldade em avaliar a si mesmas, precisando do auxílio dos gestores de RH para fazê-lo.

  • avaliação 180º graus: a avaliação 180º graus consiste em um sistema de feedbacks, no qual os líderes avaliam as suas equipes e, ao mesmo tempo, os funcionários que compõem a equipe avaliam os seus superiores hierárquicos.

Essa metodologia de avaliação de desempenho é muito usada porque cria um canal de diálogo entre os subordinados e os seus gerentes e diretores. Também é um método de avaliação de baixo custo.

  • avaliação 360º graus: a avaliação 360º é uma evolução do modelo anterior, uma vez que o empregado é avaliado pelo o seu líder, por seus colegas de trabalho e também pelos seus subordinados, caso eles existam. Assim, esse é um método bem mais completo mas, exatamente por isso, também exige uma alta complexidade para ser executado. Em alguns casos, a avaliação 360º também pode envolver clientes e fornecedores, que mantenham alguma relação com o empregado em questão.

Os desafios de implantação dessa metodologia estão relacionados à sua complexidade. Isso torna a avaliação 360º mais cara e demorada, sendo preciso criar uma infraestrutura de TI para acompanhar as etapas da avaliação e também ter uma equipe de RH dedicada ao processo.

  • a avaliação por competências: esse método de avaliação de desempenho visa mensurar as competências do empregado de acordo com os aspectos que de fato importam para a empresa. Dessa forma, a empresa aponta as competências essenciais para o dia a dia do empregado e cria um sistema de avaliação para mensurá-las.

Dependendo da área de atuação, um empregado pode ser avaliado, por exemplo, por suas competências comportamentais, que estão ligadas à forma como ele se posiciona dentro da empresa (habilidade para o trabalho em equipe, comprometimento, entre outras), e técnicas, que estão relacionadas às atividades que o empregado sabe fazer (operar uma máquina, construir um planejamento, etc).

Essa definição vai depender da função que aquela pessoa desempenha na empresa e quais dessas competências devem ser mais valorizadas, conforme o cargo que a pessoa ocupa.

Quais são as vantagens da avaliação de desempenho profissional para a empresa?

Como você já deve ter percebido, a avaliação de desempenho, independentemente da metodologia escolhida, traz benefícios tanto para o profissional avaliado quanto para a empresa que adota esse processo de análise interna.

Isso acontece porque o feedback fornecido aos empregados funciona, na maior parte dos casos, como um gatilho de desenvolvimento pessoal. Assim, esse impulso faz com que a pessoa se esforce ainda mais para ser melhor e superar as adversidades encontradas na última avaliação de desempenho.

A motivação do indivíduo em superar a si mesmo e executar seu trabalho com maestria acaba contagiando o restante da equipe. Uma vez que as metas são fixadas, todos passam a trabalhar em conjunto, acompanhando uns aos outros e fiscalizando-se mutuamente, para que todo o processo ocorra da melhor maneira para o cumprimento da meta.

Ao final, tem-se resultados melhores, ganho em produtividade, maior qualidade do serviço prestado e o sentimento de conquista compartilhado entre a equipe, fortalecendo o relacionamento interpessoal entre os funcionários e favorecendo a manutenção de um bom clima interno.

Gostou desse artigo? Tem alguma dúvida sobre a avaliação de desempenho profissional e os seus efeitos na empresa? Compartilhe conosco a sua opinião, deixando o seu comentário abaixo.

Topo