Mantendo uma empresa saudável em tempos de crise

O país tem passado por um difícil momento de crise nos últimos anos. Mas, apesar disso, por mais que o cenário seja de desconfiança para investimentos, muitas empresas vão contra a maré – e crescem.

Você pode se perguntar “como uma empresa pode crescer em momentos de crise econômica?”. E a resposta é simples: com planejamento.

Em nosso artigo te daremos algumas dicas de como sua empresa deve se portar em momentos de crise, e, mais importante, crescer num mercado onde a maioria diminui.

Conheça seu público

Antes de mais nada, você deve conhecer – e muito bem – o seu público.

Dessa forma, você poderá otimizar seus investimentos na hora de captar novos clientes. E, com isso, você poderá focar seus esforços em boas campanhas para quem realmente se interessa por seus produtos e serviços.

Além disso, ao conhecer seu público, você poderá vender mais para ele.

Venda mais

Sabendo o que seu público busca e quais são suas demandas, você poderá oferecer para ele novos produtos e serviços – além daqueles que ele já adquiriu com você.

Para que ações como essa sejam possíveis é necessário que sua empresa possua alguma ferramenta de gestão. Dessa forma, você saberá exatamente quem são seus clientes e de que maneira eles se relacionam com sua empresa.

Mantenha seus investimentos…

Em momentos de crise, o primeiro pensamento que vem à cabeça de muitos investidores é o de fazer cortes – seja de pessoas ou de investimentos.

Nesse momento, o corte de gastos desnecessários e supérfluos é muito bem-vindo. Afinal, uma luz acesa antes da hora ou uma impressora ligada sem uso são atitudes a se evitar a qualquer momento.

Porém, para que sua empresa se diferencie em meio a um cenário de crise financeira, é importante que você mantenha seus investimentos em pessoal, produtos e matéria-prima de qualidade.

Afinal, continuar ofertando produtos e serviços de qualidade é o que seu cliente espera de você. E, mostrar que, mesmo em tempos de crise você permanece fiel a eles é mais importante ainda.

…Mas invista (também) em ferramentas que facilitem a gestão

Uma das melhores dicas para se enfrentar tempos de crise econômica é o investimento em ferramentas capazes de auxiliar e simplificar a gestão.

O mercado possui diversas alternativas que serão capazes de te auxiliar em tomadas de decisão, ao reunir informações sobre clientes e mercado.

E, além disso, ferramentas que auxiliem a gestão de pessoas também são muito importantes nesse momento, já que facilitam também a gestão do RH.

Um exemplo desse tipo de ferramenta é a adoção de um sistema de ponto eletrônico. Esses sistemas reúnem todas as informações inerentes à administração de pessoas, além de diminuírem drasticamente a possibilidade de um futuro processo trabalhista contra sua empresa.

Acredite

Uma empresa não é nada sem seu maior ativo – seus colaboradores.

Por isso, por maior que seja a crise que sua empresa esteja passando, é fundamental que você mantenha sua equipe motivada e, consequentemente, produtiva.

Já falamos sobre como a motivação de uma equipe impacta diretamente sua produção. E, numa crise, essa motivação torna-se essencial para o sucesso de seu negócio.

A motivação não acontece somente no âmbito pessoal, mas também no profissional. Forneça à sua equipe ferramentas que sejam capazes de otimizar seu trabalho. Essas ferramentas podem ser desde um CRM para sua equipe comercial até uma ferramenta de controle para sua equipe de projetos.

Ou seja, você deve enxergar os gastos com sua equipe não somente como gastos, mas também como investimentos. Afinal, é a sua equipe quem te ajudará a alavancar a sua empresa mesmo em um momento mais crítico.

Conclusão

Pequenos investimentos em ferramentas e em pessoal são indispensáveis para que uma empresa cresça mesmo em um turbilhão de crise – como o que enfrentamos atualmente no Brasil.

E crescer ou decrescer dependerá muito da atitude de cada gestor ou empreendedor. Uma atitude positiva fará toda a diferença, e ajudará uma empresa a se manter e, melhor ainda, crescer durante a crise.

Sua empresa utiliza de alguma técnica que não citamos nesse artigo? Deixe seu comentário e vamos trocar ideias sobre a otimização de recursos em momentos de crise!

Topo