O que é salário emocional?

Já faz um bom tempo que a remuneração financeira deixou de ser a única preocupação do colaborador na hora de escolher um emprego. Ao entrar em uma empresa o profissional deseja ter um salário emocional, isso quer dizer, que a satisfação passa mais pelo bem-estar promovido pela organização do que pela gratificação monetária oferecida.

Atualmente, os candidatos à uma oportunidade em uma empresa prezam pela qualidade de vida e isso afeta diretamente as expectativas que elas criam, quando procuram uma empresa a remuneração financeira está em segundo plano, pois cada vez mais buscam valores imateriais, como bem-estar, ambiente positivo, planos de carreira e capacitações.

A importância desse benefício não pode ser calculada em números, entretanto o engajamento do colaborador com a empresa, a realização com a atividade exercida e a felicidade de fazer parte da equipe, são resultados de um salário emocional positivo e para a empresa, geram aumento de produtividade e maior lucratividade.

Salário emocional? O que significa isso?

Salário emocional pode ser entendido como os benefícios que são oferecidos pela empresa e que não são relacionados ao ganho financeiro do profissional. Este salário está ligado aos incentivos que a organização oferece para que o colaborador possa ter um sentimento positivo em relação ao seu trabalho e à sua carreira.

Todas as atividades (não financeiras) que têm como objetivo gerar um crescimento, desenvolvimento ou aperfeiçoamento do sentimento de pertencimento do colaborador com a empresa, são classificadas como salário emocional, pois lidam com as emoções da pessoa e servem para construir uma relação entre organização e indivíduo.

O setor de recursos humanos da empresa é um dos principais responsáveis por fornecer um salário emocional positivo para todos os colaboradores, portanto se você deseja implantar esse processo no seu negócio, o primeiro passo é investir em uma gestão de pessoas focada na satisfação do profissional que faz parte da sua operação.

Ambiente de trabalho agradável é a chave para salário emocional

Se a sua empresa conta com um ambiente que favorece as relações interpessoais, criando laços de amizade e companheirismo entre os colaboradores, o primeiro passo para fazer com que os profissionais sintam-se felizes com o salário emocional foi dado.

Manter um ambiente agradável é fundamental para gerar um bem-estar aos envolvidos diariamente com a operação do seu negócio. Cabe ao profissional do RH a responsabilidade de entender o perfil de colaborador da empresa e criar ações para incentivar boas relações na empresa.

Quer saber como manter uma empresa saudável mesmo em tempos de crise? Confira esse artigo e descubra como isso pode afetar tanto os colaboradores como os seus clientes.

salário emocional ambiente de trabalho agradável

Incentivar o crescimento do profissional

A preocupação com o profissional é determinante para que este possa sentir uma satisfação emocional com a empresa. Investir em treinamentos, capacitações e outras formas de gerar o crescimento do indivíduo é uma maneira de mostrar que ele é importante para a organização e o que o seu crescimento é um dos objetivos do negócio.

Além disso vamos citar alguns outros pontos que podem ser aplicados no dia a dia da sua empresa que constituem um salário emocional aos colaboradores:

         Comunicação direta e sincera entre colaboradores e gestores: isso envolve o fornecimento de feedbacks e avaliações de desempenho, que são importantes para a melhoria de comportamentos e o reconhecimento de atitudes benéficas.

         Plano de carreira: dar ao funcionário a oportunidade de crescer na empresa é algo que sempre é lembrado como uma vantagem pelos profissionais. Estabelecer um programa de desenvolvimento é uma ótima oportunidade para engajar o colaborador com a empresa.

         Programas de lazer: como dissemos a preocupação com a qualidade de vida faz parte da rotina de quase todos colaboradores, por isso incentivar a prática de esportes e o convívio em sociedade em ambientes fora da empresa são importantes para aproximação entre organização e funcionário.

O salário emocional é importante para atrair talentos

Antigamente, grandes remunerações eram suficientes para atrair e manter bons profissionais nas empresas. Hoje em dia, com a constante mudança do jeito de viver das pessoas e dos seus pensamentos, a qualidade de vida é determinante para que as pessoas possam ter o sentimento de ganho em uma relação empregatícia.

A retenção de talentos é um importante processo que deve ser implantado em sua empresa. Quer saber mais sobre isso? Temos um artigo que poderá te auxiliar.

Adotar uma política de vantagens além do retorno financeiro aos colaboradores da empresa é fornecer um salário emocional para que estes se sintam realizados e satisfeitos de estarem alí. Isso será fundamental para aumentar a satisfação e fazer com eles exerçam suas atividades de forma plena e por um longo período.

Para ajudar a equipe de recursos humanos da sua empresa, criamos um eBook para te ajudar, baixe o eBook Guia Trabalhista Simplificado para Empresas.

Guia Trabalhista Simplificado para Empresas

Topo