Quais as características de um relógio de ponto?

Na hora de escolher o melhor equipamento para automatizar o controle de ponto dos funcionários da sua empresa, algumas características de um relógio de ponto devem ser consideradas e observadas para que se possa fazer a melhor escolha.

O relógio de ponto é uma ferramenta fundamental para empresa além de ser responsável por controlar a jornada de trabalho dos profissionais que fazem parte do quadro. Além da segurança e da praticidade esse equipamento é importante para atender à legislação que vigora sobre o controle da jornada de funcionários, sendo essa uma das principais características de um relógio de pontos necessários para que este cumpra seu objetivo.

Portanto para atender a legislação imposta pelo Ministério do Trabalho e Emprego algumas características de um relógio de ponto devem ser encontradas no equipamento, para que o seu funcionamento ocorra dentro das normas. Abaixo vamos apresentar alguns requisitos obrigatórios, segundo a Portaria Nº 1.510.

Características de um relógio de ponto:

1. Capacidade de funcionamento em caso de “falta de energia elétrica”

O requisito de funcionamento de 1.440 horas em caso de falta de energia elétrica se aplica unicamente ao relógio interno do REP e não a todo o equipamento.

2. Mostrador de tempo

O equipamento deve apresentar o tempo real, e deve conter um display que mostre o tempo real, contendo hora, minutos e segundos.

3. Imprimir comprovante de ponto em bobina de papel

Além de um mostrador de tempo real, o relógio de ponto deve dispor de mecanismo impressor em bobina de papel, de uso exclusivo do equipamento e a impressão deve ter a durabilidade mínima de 5 anos.

4. Memória permanente para dados

A Memória de Registro de Ponto MRP deve manter a gravação permanente dos seguintes dados: inclusão ou alteração das informações do empregador na Memória de Trabalho MT, contendo os seguintes dados:

  1. marcação de ponto;
  2. ajuste do relógio interno;
  3. inserção, alteração e exclusão de dados do empregado na MT.

5. Memória de trabalho para operação dos dados

Esse meio de armazenamento será responsável por armazenar as informações que serão cadastradas pela empresa. Informações relacionadas ao período de tempo de trabalho de cada profissional, os dados da empresa e toda a operação do processo de controle de ponto deve ser configurado e salvo nessa memória, que é conhecida como Memória de Trabalho (MT).

6. Porta padrão USB externa

Também conhecida como Porta Fiscal, é por meio dessa saída de dados, que no momento de uma fiscalização do Fiscal do Trabalho, será feita a captura das informações para que possa ser realizada a vistoria.

7. Independência de operação

A última das características de um relógio de ponto que são obrigatórias pela legislação diz respeito ao funcionamento do aparelho, que não pode depender de nenhuma conexão com outro sistema ou com outro equipamento.

Inclusive a marcação de ponto deverá ser interrompida se acontecer alguma conexão que necessite da integração entre o relógio de ponto e o outro equipamento.

Características de um relógio de ponto que devem ser observadas

No momento de aquisição do equipamento para marcar o ponto da sua empresa esses requisitos devem ser observados e o aparelho escolhido deve atender a essas normas. O não cumprimento implicará em problemas no processo de controle da jornada de trabalho dos profissionais.

As características de um relógio de ponto servem para deixar o processo ainda mais normatizado e evitar fraudes, para dar segurança às empresas e aos funcionários que fazem parte do quadro de colaboradores da organização.

Quer saber mais sobre as características de um relógio de ponto? Fale com nosso especialista no assunto e acabe com todas as dúvidas.

 

Infográfico Gratuito - Os três tipos de Relógio de Ponto mais utilizados

Topo