Reconhecimento facial no nosso dia a dia

Equipamentos que contam com tecnologia de reconhecimento facial ganham destaque no mercado, quando o assunto é vigilância. Por se tratar de um processo com altos índices de eficiência, a biometria do rosto se apresenta como uma ferramenta segura e confiável para ser utilizada em ambientes internos e até mesmo em espaços públicos.

Reconhecimento facial já é realidade

A tecnologia de reconhecimento facial começou a ser desenvolvida na década de 1960. O interesse para encontrar uma maneira de identificar as pessoas por meio das características dos rostos fez com que o processo fosse desenvolvido e os resultados alcançados se tornassem mais precisos e confiáveis.

Veja alguns locais que já contam com essa tecnologia e entenda como o futuro da vigilância passa pela identificação do rosto das pessoas.

Celulares, computadores, câmeras e Controle de Acesso.

O caso mais comum de utilização da tecnologia de reconhecimento facial é sua aplicação em aparelhos eletrônicos, como celulares, computadores e câmeras fotográficas ou filmadoras.

Smartphones modernos, como é o caso do Iphone X, já contam com processos de segurança ligados ao reconhecimento da geometria facial dos usuários. O equipamento utiliza a sua câmera para a captura do padrão do rosto e automaticamente coloca os dados em um banco de dados, sendo acessado toda vez que for solicitado o desbloqueio da tela.

A tecnologia utilizada nesses aparelhos já alcançou uma maturidade, fato comprovado pela identificação do usuário mesmo com o uso de chapéu, maquiagem, óculos ou mudança no corte de cabelo.

Assim como celulares, computadores já utilizam a captura de padrões faciais para liberar o acesso de usuários a programas ou arquivos, garantindo a segurança de dados.

Além disso, câmeras fotográficas já utilizam essa tecnologia para capturar imagens. O reconhecimento facial é percebido em focos automáticos, melhorando a qualidade das imagens. Ainda no campo das fotografias, redes sociais já desenvolveram opções com essa tecnologia, basta lembrar que o Facebook sugere amigos a partir do compartilhamento de fotos.

Biometria facial em celulares, computadores, câmeras

Espaços públicos

Em alguns locais do mundo, a tecnologia de reconhecimento facial já é utilizada para garantir a segurança de espaços públicos ou grandes eventos.

Inglaterra e Estados Unidos já utilizam ferramentas que contam com a capacidade de reconhecer rostos em banco de dados para controlar movimentação em locais com grande circulação de pessoas.

Além disso, é muito comum a utilização de câmeras de reconhecimento facial que contam com a integração com um banco de dados em cassinos, para evitar que indivíduos que cometeram fraudes em jogos voltem a frequentar o local.

Mas não é preciso ir longe para encontrar locais que já utilizam essa tecnologia. Na copa do mundo realizada no Brasil em 2014, o estádio Beira Rio (Porto Alegre – RS) utilizou um sistema de reconhecimento facial para impedir que baderneiros tivesse acesso aos eventos.

Reconhecimento facial chegará a todos lugares

A tecnologia de reconhecimento facial já desenvolvida, está sendo aprimorada constantemente e a tendência é que ela esteja presente em diversos processos do cotidiano, sempre atuando em favor da segurança.

Hoje em dia é possível encontrar alguns bancos que já contam com equipamentos capazes de reconhecerem as características do rosto e definir acesso às operações bancárias.

Mas não para por aí, já existe inclusive um modelo de fechadura que usa a leitura facial como chave para controle de acesso a espaços.

Portanto o reconhecimento facial é uma realidade. Essa tecnologia é o caminho natural para aumentar a segurança, tanto pública, garantindo a identificação das pessoas, quanto privada, assegurando o acesso de pessoas autorizadas a espaços.

 

Assine nossa newsletter e receba outros conteúdos relevantes sobre tecnologias de vigilância.

Topo