Segurança em Condomínios: não cometa nenhum desses 3 erros

Procurar segurança em condomínios é um dos motivos que leva muitas pessoas a mudarem de residência, mas nem sempre a proteção é um fator real nesse tipo de moradia, pois existem várias questões que devem ser levadas em consideração para que seu lar seja realmente protegido e você possa viver com mais tranquilidade.

Para que sua casa esteja livre dos perigos e sua família fique mais despreocupada, abaixo iremos mostrar 3 erros que devem ser evitados.

Confira!

O que deve ser evitado para ter mais segurança em condomínio?

Não ter um sistema de segurança monitorado

Nada adianta ter todas as precauções devidas se o condomínio não contar com sistema CFTV (circuito fechado de televisão), onde as imagens não são compartilhadas ao público.

Esse tipo de proteção eletrônica, com o uso de câmeras de segurança 24 horas, transmite a circulação do local em tempo real através de telas fixadas em uma sala segura e com acesso liberado apenas para a equipe de profissionais qualificados. Com isso, você conseguirá:

  • inibir a entrada de pessoas não autorizadas;
  • reduzir possíveis crimes;
  • exibir atividades feitas em áreas externas e
  • reunir provas, caso seja necessário.

O investimento passa ser válido já que o mecanismo consegue detectar os padrões de comportamento do condomínio, mostrando qualquer tipo de irregularidade e, assim, oferecer a proteção que todos os moradores precisam.

Mas para que o sistema funcione adequadamente, é importante optar por equipamento de qualidade e mantê-lo sempre atualizado, garantindo a eficiência do seu funcionamento.

cftv seguranca em condominios

Falta de atenção com a portaria

Todo condomínio precisa ter uma portaria e vigias para controlar a entrada e saída de pessoas, seja moradores, visitantes e funcionários.

Por isso, por ter grande fluxo e ser a porta de entrada para diversas residências, os gestores devem redobrar a atenção da região. Assim, evite oferecer qualquer tipo de distração enquanto os seguranças fazem a ronda e observam a movimentação da portaria.

Faça o revezamento necessário do seu pessoal para que o lugar não fique algum tempo abandonado, oferecendo o treinamento adequado para a equipe.

Para garantir que só entre pessoas autorizadas, seus seguranças devem acompanhar e conhecer os residentes e sempre comunicar aos moradores quando houver pessoas desconhecidas na portaria, antes de liberar o acesso para possíveis visitas.

Falta de cooperação entre condôminos

A boa convivência é a chave para a segurança e comodidade de qualquer inquilino. É por isso que deve haver sempre uma colaboração mútua para que todos os envolvidos possam ter o conforto que merecem.

Por mais que os sistemas de proteção possam ser de alta qualidade, para que tudo ocorra como o esperado é fundamental que cada morador faça a sua parte, pois algumas atitudes negativas podem atrapalhar os procedimentos padrões, prejudicando as ações dos vigilantes.

Se você é responsável pela ordem do condomínio, então promova reuniões onde todos possam participar e cooperar. Faça normas e regras que devem ser cumpridas, garantindo assim a ajuda que a equipe de segurança necessita.

Evitando esses 3 erros, você poderá criar uma segurança em condomínio eficaz, permitindo que seus residentes circulem pela região com mais harmonia e serenidade, protegendo não só as famílias com as casas e áreas compartilhadas.

 

Que tal conhecer um serviço de segurança que oferece tudo o que você precisa, respeitando as necessidades da sua moradia? Entre em contato conosco e faça o seu orçamento.

Topo