Turnover na empresa: como reduzir e diminuir a rotatividade

A rotatividade de funcionários em uma empresa pode também ser definida como turnover. Ou seja, a medição do giro de admissão e demissão de colaboradores.

Embora essa situação possa ser algo corriqueiro na maioria das vezes, é preciso moderar a taxa de rotatividade. Uma vez que, se muito alta, começa a trazer prejuízos financeiros e ao funcionamento da organização, além de afetar o bem-estar de toda a equipe.

O turnover ideal, dessa maneira, é aquele que existe apenas para a renovação do corpo profissional de uma empresa, sem trazer grandes prejuízos financeiros ou operacionais. Por esse motivo, é crucial avaliar todos os fatores que influenciam a taxa de rotatividade.

Acompanhe abaixo algumas ações que sua empresa deve repensar para evitar a taxa de rotatividade dos seus funcionários e garantir uma melhor gestão dos Recursos Humanos.

O que é turnover?

Antes de mais nada, vamos explicar o que é turnover. Como dito anteriormente, o turnover é o índice que mostra a média da entrada e saída de funcionários de uma empresa. Essa costuma ser uma grande preocupação para os empregadores, uma vez que está atrelada à capacidade de reter talentos dentro da organização. Além de, é claro, a questão financeira.

O cálculo é bem simples.

É claro que a análise do índice será dentro de cada contexto empresarial, mas é importante saber controlar a rotatividade de funcionários dentro da empresa. O que exige, dessa maneira, algumas ações diárias para com os colaboradores.

Quais são os malefícios do turnover alto?

A alta rotatividade pode acarretar em alguns malefícios para a sua empresa. Além dos gastos com a rescisão do funcionário que deixou o cargo, tais como o pagamento do tempo de aviso prévio, por exemplo, há outros processos que podem te causar dores de cabeça.

Para a seleção do novo funcionário, será preciso dedicar tempo, recursos financeiros e pesquisa. E, também, direcioná-lo e providenciar o devido treinamento para as suas funções. Nesse processo, após a contratação, será necessário lidar com as despesas de um novo colaborador que pode não estar apto ao cargo.

Outro ponto é o desgaste da equipe. A alta rotatividade pode acarretar em insegurança nas pessoas, comprometendo o bem estar da empresa.

Com isso, para evitar esses problemas, confira algumas dicas para diminuir a alta taxa de rotatividade:

Processo de seleção e recrutamento

O primeiro passo para evitar a taxa de rotatividade em sua empresa é contratar profissionais competentes e promissores. Contudo, quando um funcionário muito eficiente se desliga da empresa, não tenha pressa demais em substituí-lo.

Desse modo, dedique bastante tempo e pesquisa para buscar alguém que se encaixe no perfil da vaga. E que, de certa forma, possua os atributos positivos que você visualiza para o cargo.

Opte pelas tecnologias corretas no processo de seleção. E lembre-se: colaboradores competentes trazem a sinergia necessária para o bom funcionamento da empresa. O que, por consequência, pode evitar o desligamento voluntário dos funcionários em geral.

Estimule a comunicação

A comunicação é uma das qualidades mais importantes dentro de uma empresa, sobretudo aquelas que contam com um grande número de profissionais. É impossível manter o bom funcionamento e manutenção de um negócio sem que todas as partes envolvidas estejam em sinergia. Logo, se a sua equipe não possui diálogo em relação às decisões tomadas, a rotatividade de funcionários também pode ser afetada e aumentar.

Tomemos como exemplo um funcionário que sempre tem boas ideias, mas não se sente à vontade para apresentá-las e desenvolvê-las. Ou, ainda, se sente intimidado em questionar decisões que julga erradas, deixando de fazê-lo. Mais cedo ou mais tarde, enxergando-se em um ambiente em que não pode ascender profissionalmente, a motivação se perderá. E, assim, mais um funcionário competente dirá adeus à empresa.

Por esse motivo, estimule o diálogo entre os colaboradores e deixe que sejam apontados os pontos positivos e negativos. Afinal, sem a opinião dos funcionários, os projetos não fluem, podendo também prejudicar a qualidade final do trabalho dentro da empresa.

Incentive a criatividade e inovação

Assim como dito anteriormente, é de suma importância proporcionar e incentivar espaços de criatividade para que os funcionários possam se expressar. É a partir de novas opiniões e pontos de vista que surge o famoso brainstorming, podendo esse processo ser muito benéfico para os projetos dentro da empresa.

É preciso trazer modernidade e audácia para novos planejamentos e serviços; assim, os funcionários são o meio pelo qual isso pode acontecer. Lembre-se de que todas as sugestões e ideias são bem-vindas! Procure ouvir mais e saiba reconhecer o esforço do colaborador. Ofereça treinamentos gratuitos e estimule a competição saudável acerca de um objetivo comum. Com isso, será muito mais fácil evitar a rotatividade de funcionários.

Proporcione um ambiente de trabalho seguro

Trazer segurança física e moral para os seus colaboradores é essencial se você deseja evitar a rotatividade de funcionários em sua empresa. Situações em que o funcionário se sente constrangido ou violado são fatores que provocam a saída da instituição. Portanto, é preciso evitar ao máximo.

Imagine que você trabalha em um local onde não se sente totalmente seguro e resguardado; procurar outro lugar parece ser uma opção plausível, não? Assim, esteja sempre atento a situações que não deveriam estar acontecendo, e faça o que estiver ao seu alcance para garantir a qualidade do ambiente de trabalho.

Isso se aplica também à estrutura física da empresa. Uma vez que é desagradável trabalhar em situações precárias e com infraestrutura mal planejada, seu colaborador pode considerar o desligamento como a melhor opção. Colocando assim, em xeque, a taxa de turnover.

Reconheça resultados positivos

Saber reconhecer resultados positivos e proporcionar recompensas que transpareçam isso é essencial. E, ademais, isso traz uma enorme carga de humanidade ao dia a dia corrido dentro da empresa. Afinal, muitas vezes os colaboradores são cobrados pelos erros, mas quando um líder reconhece a participação deles nos resultados da empresa, eles se sentem motivados e felizes, além de acarretar em uma evolução contínua do time.

Entenda problemas e reclamações

Saber reconhecer os seus próprios erros é outro passo importante para evitar a rotatividade de funcionários dentro da empresa. Se você perceber que essa taxa está acima do comum, pare para analisar o que pode estar errado em sua gestão, por exemplo. Uma vez que a rotatividade afeta diretamente a satisfação e produtividade de toda a empresa, é imprescindível tomar providências quanto a fatores que comprometam isso.

Busque descobrir com as pessoas com que você trabalha se elas possuem insatisfações sobre a gestão da empresa, planejamento, divisão de tarefas, etc. Com essas informações, você poderá avaliar se algo está afetando a taxa de rotatividade dos seus colaboradores. E, então, elaborar estratégias para mudar o cenário.

Após o processo de entender todas as dores que estão impedindo o avanço da empresa, será possível controlar de maneira mais efetiva o turnover. Sabendo, assim, como evitar essas situações.

E, já que estamos falando sobre a gestão de pessoas, confira como dar um bom feedback ao seu colaborador.  Fizemos também um infográfico sobre o assunto. Corre para conferir!

gestão de ponto fácil

Topo