Os profissionais de RH já ouviram os termos “hard skills” e “soft skills” alguma vez durante a sua trajetória. Esses dois conceitos desempenham um papel significativo durante o processo de recrutamento e seleção. 

No entanto, é fundamental compreender o verdadeiro sentido das hard skills e seu impacto nos métodos da sua gestão.

Neste artigo, vamos entender melhor essa questão, além de exemplificar e te dar dicas de como desenvolver as hard skills. 

Veja abaixo o que você verá neste conteúdo: 

O que são as hard skills? 

Skills é uma palavra que vem do inglês, e na tradução livre significa habilidade. Dessa forma, podemos traduzir “hard skills” como habilidades técnicas de uma profissional. 

Hard skills, também conhecidas como habilidades técnicas, referem-se às competências específicas e quantificáveis ​​​​que uma pessoa adquire por meio de educação formal, treinamento, experiência prática ou aprendizado. 

Durante muito tempo, essas eram as habilidades que despertava o maior interesse por parte dos recrutadores. Isso se dava pelo fato de serem as competências predominantes em um currículo. 

Em outras palavras, essas habilidades são geralmente tangíveis e podem ser facilmente mensuradas ou testadas. 

As hard skills são frequentemente relacionadas a campos específicos de conhecimento, tecnologia, ferramentas ou metodologias. Tais competências podem ser adquiridas através de diversos meios como diplomas, certificados de qualificação, avaliações práticas, cursos independentes, entre outros.

Diferença-entre-hard-e-soft-skills

Qual é a diferença entre hard skills e soft skills?

Atualmente, tanto as soft skills quanto as hard skills são qualidades altamente valorizadas durante os processos de recrutamento e seleção, mas apresentam significados diferentes: 

Como vimos, as hard skills estão relacionadas às competências técnicas dos candidatos e colaboradores. 

Por outro lado, as soft skills, também conhecidas como habilidades comportamentais, estão intimamente relacionadas à forma como você lida com as situações sociais dentro do ambiente de trabalho. Elas abrangem aspectos como comunicação, colaboração, capacidade de liderança, proatividade e empatia.

Ao contrário das habilidades técnicas, as soft skills não podem ser avaliadas tecnicamente, pois elas são aptidões subjetivas. Em contrapartida, as habilidades técnicas, por serem associadas a níveis formais de educação e treinamento, podem ser facilmente comprovadas e certificadas.Contudo, é justamente essa diferença que as tornam complementares. 

Por que as hard skills são tão importantes para o processo seletivo? 

As tarefas técnicas desempenham um papel fundamental no cenário profissional, embora sua abordagem seja mais flexível do que antes

Na prática, elas representam o ponto de partida essencial para qualquer trajetória profissional e garantem à organização que você possui a qualificação necessária para executar com eficácia as responsabilidades atribuídas.

Do ponto de vista das empresas, essas habilidades proporcionaram uma definição mais clara, precisa e transparente do perfil do profissional que está buscando, servindo de base para iniciativas como o planejamento de carreiras e promoção ao longo dos processos de entrevistas.

Quais são as hard skills mais valorizadas no mercado?

Certamente, não é viável desenvolver apenas uma ou duas habilidades técnicas, até porque o mercado está sempre inovando e é preciso acompanhá-lo. No entanto, as hard skills estão intrinsecamente ligadas a uma carreira profissional. 

Vale ressaltar que cada carreira demanda habilidades técnicas essenciais que se alinham com atividades específicas.

Apesar disso, algumas habilidades têm sido consideradas básicas e indispensáveis em diversos campos. O uso eficiente de ferramentas de comunicação, como e-mail, planilhas, redes sociais, edição de imagens e vídeos, por exemplo.

tipos-de-registro-de-ponto

Num mundo cada vez mais tecnológico, saber explorar esses recursos torna-se indispensável para todos os trabalhadores que querem crescer profissionalmente.

Segundo um artigo publicado no LinkedIn em 2023, pela Patrícia B., Gerente de Projetos Educacionais, algumas das competências técnicas mais valorizadas no mercado de trabalho em 2023 são:

  • Habilidade em tecnologia da informação; 
  • Análise de dados;
  • Marketing digital;
  • Gestão de projetos;
  • Habilidades em vendas; 
  • Fluência em outro idioma;
  • Habilidade em finanças. 

Apesar disso, algumas aptidões podem ser consideradas quase universal e essenciais em muitas áreas:

  • Conhecimento em Pacote Office;
  • E-mail;
  • Oratória (comunicação em público);
  • Programação;
  • Competência em análise de dados;
  • Pesquisa;
  • Conhecimento em redes sociais;
  • Familiaridade com edição de imagens;
  • Gestão de mídias sociais;
  • Bancos de dados;
  • Desenvolvimento de software;
  • Boa escrita;
  • Digitação;
  • Orçamentos;
  • Gestão de pessoas;
  • Competência em gestão de negócios;
  • Qualquer habilidade técnica específica da área de atuação.

Por isso, aprimorar suas competências técnicas é uma estratégia essencial para se manter competitivo em um mercado em constante transformação.

Exemplos de hard skills

As habilidades técnicas podem ser exemplificadas da seguinte maneira:

  • Conclusão de cursos técnicos: como informática, enfermagem, estética, radiologia, entre outros;
  • Formação em nível superior: como administração, pedagogia, direito, marketing, etc;
  • Especializações: como gestão de negócios, marketing de conteúdo, gestão de recursos humanos, e outros;
  • Mestrado;  
  • Doutorado;
  • Cursos de idiomas
  • Outros cursos técnicos.

Como o RH pode desenvolver as hard skills nos colaboradores?

Como já mencionamos, em um cenário que está em constante evolução, novas técnicas surgem a cada dia, tornando a atualização uma necessidade importante para todos os profissionais. Nesse contexto, o RH tem um papel fundamental. 

Com um plano de carreira, o setor de RH pode desempenhar um papel crucial incentivando e auxiliando o desenvolvimento das habilidades técnicas, evitando o turnover, por exemplo. 

Por isso, para atingir esse objetivo, é crucial estabelecer um programa interno de treinamento e capacitação, englobando diversas abordagens como:

  • Realização de palestras educativas;
  • Disponibilização de treinamentos online;
  • Promoção de treinamentos técnicos;
  • Assistência para colaboradores buscarem cursos e especializações no mercado;
  • Elaboração e distribuição de materiais didáticos, entre outras ações.

Quais são as Novas Estratégias para Adquirir Competências Técnicas?

Embora as vias convencionais ainda sejam valiosas, tais como universidades, MBAs, pós-graduações, workshops e treinamentos, é importante compreender que não são as únicas opções disponíveis atualmente. 

A abordagem de aprendizado evoluiu, reconhecendo que é possível encurtar trajetórias de aprendizagem, como por exemplo, por meio da convivência com aqueles que já percorreram o caminho desejado, compartilhando suas experiências, insights sobre o que funciona e o que não funciona. 

Sendo assim, essa abordagem pode acelerar um processo que, nos métodos tradicionais, levaria consideravelmente mais tempo.

Algumas dessas alternativas incluem:

  • Intercâmbios: a vivência em um ambiente onde outro idioma é predominante acelera consideravelmente a fluência em outra língua e proporciona uma vivência internacional enriquecedora.;
  • Mentoria: estabelecer uma conexão com um mentor que tenha trilhado o caminho desejado, com experiência em primeira mão, permite que o aprendizado seja mais rápido e que erros evitáveis ​​sejam minimizados;
  • Experiência Profissional: nada supera a aprendizagem prática. Colocar em prática o conhecimento teórico é uma maneira excepcional de internalizar novas habilidades. 

Portanto, adotar abordagens modernas de aquisição de competências técnicas pode acelerar o desenvolvimento profissional, permitindo que os indivíduos enfrentem os desafios do mercado de trabalho em constante transformação.

Conclusão

Em resumo, as “hard skills” ainda possuem um papel fundamental nas empresas, mesmo diante da crescente importância das soft skills nos dias atuais. Podemos dizer que essas duas habilidades são complementares. 

Espero que este conteúdo tenha tirado suas dúvidas sobre as hard skills. Não deixe de compartilhar com outras pessoas que também gostaria de saber mais sobre esse assunto. Assine a nossa newsletter e continue acompanhando as novidades do nosso blog!

Até a próxima! 

Newsletter