A Escala 4×3 vem ganhando crescente popularidade em vários segmentos econômicos, especialmente naqueles que exigem jornadas ininterruptas e serviços disponíveis 24 horas por dia, 7 dias por semana. Contudo, essa abordagem pode trazer benefícios e desafios tanto para o empregador quanto para o colaborador.

Por isso, neste artigo, vamos abordar as informações relevantes sobre essa escala. Iremos abranger sua definição, funcionamento, as determinações da legislação trabalhista relacionadas e estratégias para sua implementação nas empresas. Vamos nessa?

O que é a Escala 4×3?

A Escala 4×3 representa um método para organizar o horário de trabalho em que os colaboradores desempenham suas funções durante 4 dias consecutivos, seguidos por um período de folga de 3 dias.

Também conhecida como “escala de trabalho 4 por 3” ou “escala 4/3”, ela tem se popularizado, especialmente em setores que demandam atividades ininterruptas, como empresas de segurança, saúde e indústrias que operam 24 horas por dia.

Na prática, a Escala 4×3 busca garantir que os trabalhadores tenham o tempo suficiente para o descanso e recuperação após os dias de trabalho, ao mesmo tempo em que garantem a continuidade das operações, sem perder a produtividade.

Fizemos um post em nosso Instagram que mostra uma pesquisa realizada em Londres sobre esse tipo de escala. Além disso, uma empresa estava trazendo essa pesquisa para o Brasil, a fim de verificar a eficácia da escala 4×3.

https://www.instagram.com/p/CuRnvPLu4Gw/?img_index=1

Como essa escala surgiu?

Embora a origem precisa da escala de trabalho 4×3 seja incerta, especula-se que tenha surgido nos primeiros anos do século XX.

Inicialmente, ela era muito comum em setores como a indústria têxtil, produção de alimentos e mineração. Ao longo dos anos, a configuração 4×3 ganhou popularidade em diversas áreas.

Atualmente, ela tornou-se uma escolha frequente para segmentos que operam 24 horas por dia, como hospitais, aeroportos e empresas de segurança.

Essa escala oferece aos trabalhadores períodos mais extensos de descanso, proporcionando-lhes tempo adicional para se dedicarem à família e ao lazer. Ela pode ser uma alternativa viável para equilibrar a produtividade e a qualidade de vida dos colaboradores.

A Escala 4×3 é permitida por lei? Saiba mais detalhes sobre essa tendência

Conheça o Fortime

Simplifique o seu RH com o nosso Sistema de Ponto. Ganhe tempo e evite ações trabalhistas!

    Como funciona a Escala 4×3?

    Na escala 4×3, os profissionais desempenham suas atividades ao longo de apenas quatro dias por semana, com uma carga horária diária máxima de 8 horas. Isso resulta em um total de 32 horas semanais de trabalho ao final de sete dias.

    Por exemplo, um trabalhador pode seguir uma escala de segunda a quinta-feira, das 9h às 18h, com uma hora de intervalo diário. Dessa forma, ele desfruta de folga na sexta-feira, sábado e domingo, retomando suas atividades na segunda-feira seguinte.

    Algumas disposições, como medida preventiva contra sobrecarga noturna, intercalam períodos diurnos e noturnos ao aplicar essa escala. A distribuição fica a cargo da empresa, desde que esteja em conformidade com as normas da legislação trabalhista.

    Vale ressaltar que a redução da carga horária não implica em menores salários para o colaborador. O acordo entre empregador e funcionário deve incluir uma remuneração fixa mensal, de acordo com o cargo e com as responsabilidades de cada profissional.

    O funcionamento é semelhante à escala 5×2, em que o colaborador trabalha durante cinco dias consecutivos, seguido por dois dias de DSR (Descanso Semanal Remunerado).

    O que diz a lei sobre a Escala 4×3?

    A CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) não especifica exatamente esse tipo de jornada de trabalho. Mas a lei oferece diversas opções de jornadas, desde que respeitem o limite de 44 horas semanais, com uma carga máxima de 8 horas diárias e um intervalo mínimo de 11 horas entre jornadas.

    Portanto, a escala de trabalho 4×3 é legalizada no Brasil, sendo uma alternativa de jornada de trabalho regulamentada pela CLT.

    Sendo assim, para adotar a escala 4×3, a empresa deve observar todas as normas da CLT e firmar acordo com os colaboradores.

    Vale ressaltar que essa não é a única opção de jornada permitida por lei, e as empresas devem analisar qual se adequa melhor às necessidades e particularidades de seu negócio e de seus funcionários.

    Se você quiser conhecer as principais escalas de trabalho permitidas pela CLT, confira o vídeo a seguir:

    vídeo youtube

    Quais são as vantagens e desvantagens da Escala 4×3?

    Quais são as vantagens e as desvantagens da escala 4×3? A implementação desse tipo de jornada traz benefícios tanto para os colaboradores quanto para a empresa. Contudo, ela também apresenta alguns desafios.

    Por isso, vamos apresentar os principais benefícios e também os desafios da escala 4×3. Porém, é preciso analisar se ela é compatível ou não com o seu negócio ou com o segmento da empresa que você trabalha.

    Vantagens da Escala 4×3?

    • Melhoria na qualidade de vida dos colaboradores: Os três dias consecutivos de folga proporcionam aos funcionários mais tempo para descanso, lazer e convívio com a família;
    • Estímulo à motivação e satisfação profissional: A perspectiva de ter três dias de folga após uma jornada de trabalho pode aumentar a motivação dos colaboradores;
    • Redução do estresse: A distribuição equilibrada entre os dias de trabalho e o descanso contribui para a diminuição do cansaço físico e mental dos funcionários, resultando em maior disposição e produtividade;
    • Menor índice da taxa de absenteísmo: Com três dias consecutivos de folga, os colaboradores tendem a apresentar menos faltas e afastamentos;
    • Otimização do quadro de pessoal: Durante os dias de folga, a empresa pode operar com uma equipe reduzida, o que pode resultar em economia de alguns recursos;
    • Flexibilidade e adaptação: A escala 4×3 pode ser ajustada conforme as necessidades específicas de cada empresa e setor, proporcionando maior comodidade e otimização das atividades.

    Desafios da Escala 4×3

    • Não é aderente para todas as atividades: Alguns segmentos e setores demandam a presença constante e ininterrupta dos funcionários, tornando a Escala 4×3 impraticável em determinadas situações;
    • Impacto financeiro nas horas extras: Caso haja necessidade de trabalho adicional nos dias de folga, a empresa deve arcar com o pagamento de horas extras, o que pode acarretar em custos adicionais;
    • Mudança cultural e resistência dos colaboradores: A introdução de uma nova escala de trabalho pode encontrar resistência entre os colaboradores, sendo necessário investir em comunicação e conscientização para promover esse modelo;
    • Necessidade de reorganização dos turnos: A implementação da escala 4×3 pode exigir uma reorganização das jornadas de trabalho, apresentando um desafio operacional para algumas empresas;
    • Monitoramento e controle da jornada de trabalho: A administração do registro de ponto e o controle da jornada de trabalho podem exigir maior atenção e o uso de ferramentas específicas para garantir a conformidade com a legislação trabalhista;
    • Adaptação à legislação trabalhista: É fundamental que a empresa esteja em conformidade com a legislação ao adotar a escala 4×3, garantindo os direitos dos colaboradores e prevenindo problemas legais.

    Baixe o E-book com 20 ferramentas gratuitas para otimizar a sua Gestão de Pessoas

    Como implementar a Escala 4×3?

    Para implementar uma escala 4×3 de trabalho, inicialmente, a empresa deve garantir total conformidade com a legislação. É importante destacar que a CLT proíbe a redução salarial em decorrência da diminuição da carga horária, por exemplo.

    A adoção desse modelo só é viável por meio de um acordo formalizado com o sindicato representante da categoria. Portanto, para utilizar essa estrutura, é essencial contar com suporte jurídico para garantir que a empresa esteja em conformidade com a legislação vigente.

    Além disso, há a possibilidade de iniciar negociações com os sindicatos e estabelecer um novo acordo coletivo. Isso não apenas reforça a legalidade da implementação da escala 4×3, mas também promove um diálogo construtivo com os representantes dos trabalhadores.

    Como funciona a gestão de ponto na Escala 4×3?

    Conforme mencionado anteriormente, a gestão do ponto na Escala 4×3 é de suma importância e exige um controle cuidadoso para registrar de maneira adequada as horas dos colaboradores.

    Veja como garantir a eficiência do controle de ponto nessa escala:

    • Definição da jornada de trabalho: É crucial estabelecer a duração da jornada diária na Escala 4×3. Por exemplo, se uma jornada diária de 8 horas, o colaborador trabalhará 32 horas durante os quatro dias de atividade;
    • Controle de horas extras: Caso haja necessidade de trabalho extra nos dias de folga ou além da jornada, é preciso ter um controle preciso e remunerar corretamente essas horas, respeitando a legislação trabalhista;
    • Monitoramento e registro: Os colaboradores devem registrar o ponto ao iniciar e encerrar suas atividades diárias, bem como os intervalos intrajornada;
    • Acompanhamento da jornada: O RH deve monitorar regularmente os registros de ponto para garantir que as horas trabalhadas estejam dentro da jornada prevista, evitando irregularidades;
    • Folgas e escalas: A gestão de ponto deve considerar as folgas programadas na escala 4×3 e garantir que os colaboradores tenham o devido descanso conforme previsto na legislação;
    • Relatórios e análises: Análise de relatórios do controle de ponto pode ajudar a empresa a identificar tendências, melhorar a gestão do tempo e tomar decisões estratégicas em relação à escala de trabalho.

    Escolha do sistema de controle de ponto: A empresa pode escolher entre diferentes métodos para o registro de ponto, tais como relógios de ponto biométricos, cartões de ponto ou sistemas de ponto eletrônico.

    Contudo, a escolha do método deve considerar a praticidade, eficiência e conformidade com a legislação trabalhista. O Fortime, o sistema de ponto online da Ortep, oferece todas essas vantagens e muito mais.

    Com ele, você tem a praticidade e segurança que o seu RH e DP merecem para otimizar a rotina. Clique na imagem abaixo, converse com um dos nossos especialistas e faça um teste grátis.

    Teste grátis: teste o Fortime gratuitamente