No mundo atual, onde a tecnologia está cada vez mais presente em nossas vidas, o conceito de “paperless” tem se tornado cada vez mais popular. A ideia de reduzir ou eliminar o uso de papel nas empresas traz diversos benefícios, tanto para o meio ambiente quanto para a eficiência dos processos internos.

Neste post, vamos explorar os motivos pelos quais adotar uma abordagem paperless pode ser vantajoso para as empresas, além de discutir algumas estratégias para implementar essa mudança de forma eficaz. Vamos lá?

O que é Paperless?

O conceito de “paperless” é uma abordagem empresarial que visa minimizar ao máximo o uso de papel, traduzindo-se literalmente como “sem papel” do inglês. Sua origem pode ser compreendida ao considerar os avanços nos modelos de negócio ao longo do tempo.

É evidente que as empresas têm buscado reduzir o consumo de papel em suas operações diárias, visando principalmente a diminuição dos custos e o estímulo à preservação ambiental.

Com o advento da tecnologia, essa transição tornou-se mais acessível. A digitalização e o armazenamento em nuvem substituíram os arquivos em papel, tornando o processo mais eficiente e ágil.

Como esse termo surgiu?

O conceito surgiu na década de 1970, acompanhando a popularização dos computadores, quando começaram a surgir as primeiras ideias de um escritório totalmente digitalizado.

Embora fosse um desafio significativo na época, hoje, com o avanço da tecnologia, esse objetivo está cada vez mais ao alcance das empresas.

Sendo assim, a substituição do papel pela digitalização, em grande parte dos casos, tem trazido impactos positivos em várias áreas das organizações, evidenciando os benefícios dessa mudança de paradigma.

O que significa Paperless Manufacturing?

A fabricação sem papel, ou paperless manufacturing, representa uma tendência crescente na cultura organizacional, visando minimizar drasticamente o uso de papel nas operações diárias das empresas de forma conjunta.

O impacto positivo gerado pela redução do uso de papel por uma empresa é significativo, mas quando várias empresas se unem em prol desse objetivo, os benefícios se multiplicam. No entanto, essa abordagem não apenas beneficia as organizações individualmente, mas também o meio ambiente, combatendo questões graves como o desmatamento.

Além disso, a adesão generalizada ao conceito de paperless pode afetar positivamente o mercado de produção de papel, que consome uma quantidade substancial de recursos hídricos. Isso resulta não apenas na redução do consumo de água nas indústrias, mas também na diminuição da geração de resíduos e da poluição.

Leia também:  Quais são os tipos de perfis comportamentais?

Qual a importância da cultura paperless?

Uma cultura empresarial que promove a redução do uso de papel é fundamental para se adaptar às exigências do mercado. Uma empresa que negligencia essa prática está indo na contramão das expectativas.

Embora a conservação ambiental seja o principal objetivo dessa abordagem, é evidente, na prática, como a transição do papel para a tecnologia traz benefícios positivos para as empresas. Algumas vantagens incluem:

  • Automatização e digitalização de processos;
  • Redução de custos com impressão, armazenamento ou transporte de papéis;
  • Simplificação e centralização de tarefas por meio de softwares;
  • Redução do tempo despendido em atividades;
  • Segurança no arquivamento das informações;
  • Uma empresa sustentável;
  • Aumento da produtividade das equipes;
  • Facilidade de acesso a informações digitais;
  • Promoção da mobilidade corporativa;
  • Adaptação a modelos de trabalho híbridos, home office ou externos.

Além disso, é importante compreender os objetivos subjacentes a essas estratégias:

  • Promover a sustentabilidade ambiental;
  • Contribuir para o bem-estar social;
  • Melhorar a qualidade de vida dos colaboradores no ambiente de trabalho;
  • Alcançar melhores resultados para a empresa.

Portanto, a adoção da cultura paperless não apenas impacta positivamente a vida das pessoas, mas também ao ambiente corporativo.

Quais os benefícios da cultura paperless para a empresa?

O avanço tecnológico transformou radicalmente o cenário global, especialmente o ambiente empresarial, impulsionando agilidade, otimização de processos e economia de recursos.

Nesse contexto, a cultura paperless emerge como uma abordagem essencial para minimizar o uso de papel nas empresas, alinhando-se às novas demandas do mercado e à dinâmica contemporânea.

Os benefícios de eliminar o papel nas operações empresariais são vastos e abrangentes, estendendo-se desde o aumento da produtividade da equipe até o fortalecimento da imagem e reputação da marca no mercado. Algumas vantagens notáveis incluem:

Preservação Ambiental

A produção de papel requer um considerável consumo de recursos naturais não renováveis e gera resíduos significativos, mesmo com opções de reciclagem. Diante das crescentes preocupações com a sustentabilidade, a transição para uma abordagem paperless tornou-se uma escolha lógica para empresas comprometidas com práticas mais ecoconscientes, contribuindo para um futuro mais sustentável.

Otimização do Tempo e Aumento da Produtividade

A digitalização de documentos permite acesso instantâneo e compartilhamento em tempo real, revolucionando a maneira como as tarefas são executadas. Essa agilidade resulta em uma gestão mais eficiente do tempo, reduzindo a burocracia e promovendo uma produtividade elevada em toda a empresa.

Redução de Custos

A utilização de papel acarreta despesas significativas para as empresas, abrangendo impressão, armazenamento, manutenção de documentos e equipamentos. Ao adotar uma cultura paperless, as organizações podem direcionar esses recursos para outras áreas, como a digitalização de processos, promovendo uma gestão financeira mais eficiente e sustentável.

Leia também:  Turnover: dicas de como diminuir a rotatividade na sua empresa

Segurança da Informação

A segurança dos dados é uma preocupação central para as empresas, e o armazenamento digital oferece vantagens significativas nesse aspecto. Além de garantir um armazenamento mais seguro, a digitalização permite rastrear o acesso a documentos, proporcionando maior controle e confiabilidade.

Sendo assim, fica mais descomplicado cumprir com as normas da LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados). E se você quiser saber mais detalhes sobre essa lei, dê o play no vídeo abaixo e assista ao nosso episódio da série RH em foco sobre esse tema:

Assistir vídeo vídeo youtube

Mobilidade e Flexibilidade

A transição para um ambiente paperless elimina a dependência do espaço físico da empresa, possibilitando o acesso remoto a documentos e informações. Isso promove maior flexibilidade no trabalho, permitindo que os funcionários realizem suas tarefas de forma mais ágil e eficiente, independentemente da localização física.

Impacto Social Positivo

A crescente conscientização ambiental da sociedade tem impulsionado a demanda por empresas sustentáveis.

Um estudo divulgado pela Apas Show e publicado ESG insights, 95% dos consumidores brasileiros preferem adquirir produtos e serviços de empresas comprometidas com práticas sustentáveis.

Assim, ao abraçar a cultura paperless, as empresas não apenas otimizam suas operações e reduzem custos, mas também contribuem para um futuro mais sustentável e fortalecem sua posição no mercado, alinhando-se às expectativas e valores da sociedade moderna.

Como adotar práticas da cultura paperless em sua empresa?

Tornar-se uma empresa paperless vai além de simplesmente adotar tecnologias e digitalizar processos. É uma mudança que precisa ser integrada à estratégia do negócio, enraizada na cultura organizacional e refletida em sua missão, visão e valores.

Não se trata apenas de substituir papel por computadores, mas de internalizar a mentalidade de uma empresa que verdadeiramente não depende do papel para conduzir seus negócios. Para isso, algumas mudanças e adaptações são necessárias. Vejamos:

Estruture os processos de RH e invista na digitalização do setor:

O RH desempenha um papel crucial na transição para uma cultura paperless. É através dele que os colaboradores serão introduzidos a essa nova realidade e incentivados a adotar essa cultura de redução do uso de papel. Automatizar processos no setor de RH torna-o mais estratégico e menos operacional, promovendo uma mudança eficaz.

Aqui na Ortep, temos o Fortime, sistema de ponto 100% digital. Com ele, o uso de papel é nulo, pois o seu RH armazena todos os dados em nuvem e até a assinatura do cartão ponto é pelo aplicativo. Clique na imagem abaixo e conheça o Fortime:

Economize tempo, dinheiro e papel com o registro de ponto digital

Faça uma boa gestão de mudanças

Eliminar o papel deve ser uma meta gradual e não impositiva. Reconhecendo que o papel ainda é necessário para muitas atividades, a estratégia não é banir seu uso, mas torná-lo consciente e limitado quando necessário.

Leia também:  Faltas injustificadas: a empresa pode descontar no salário do funcionário?

Por isso, estabelecer padrões de configuração das impressoras e limites de uso mensal pode ajudar a reduzir o consumo de papel sem criar barreiras desnecessárias.

Realize um trabalho completo de digitalização de documentos

Digitalizar os documentos arquivados é uma etapa fundamental para a transição para uma cultura paperless. Organizar e identificar esses documentos de maneira eficiente é essencial para o sucesso dessa estratégia.

Contrate sistemas e plataformas de gestão ágeis

Investir em sistemas, ferramentas e plataformas que facilitem a substituição do papel é crucial para a implementação eficaz da cultura paperless. Especialmente em modelos de trabalho remoto, esses recursos são essenciais para garantir a eficiência das operações.

Veja o nosso material com 20 ferramentas incríveis para otimizar a sua rotina. Baixe grátis:

Baixe o ebook com 20 ferramentas gratuitas

Adote o uso do certificado digital

O certificado digital é outro investimento essencial para uma empresa paperless. Ele permite acesso a sistemas públicos, autenticação de operações eletrônicas e assinatura digital de documentos com validade jurídica, tudo de forma segura e digital.

Conclusão

Em suma, adotar uma abordagem paperless pode trazer inúmeros benefícios para empresas e funcionários. Além de reduzir o consumo de papel e contribuir para a preservação do meio ambiente, a digitalização de documentos e processos pode aumentar a eficiência e a produtividade no ambiente de trabalho.

Além disso, a adoção de soluções digitais pode facilitar o acesso e o compartilhamento de informações, tornando o trabalho mais ágil e colaborativo. No entanto, é importante lembrar que a transição para o paperless requer planejamento e treinamento, além de garantir a segurança e a confidencialidade dos dados.

Com as ferramentas certas e o comprometimento de todos os envolvidos, é possível aproveitar os benefícios do mundo digital, tornando o ambiente de trabalho mais sustentável e eficiente.

Gostou do conteúdo? Continue nos acompanhando e fique por dentro de todos os assuntos relevantes para o RH e DP.