Muito se ouve sobre a diferença entre chefe e líder. Mas, você sabe o que distingue um termo do outro?

Apesar de parecidos, líderes e chefes não atuam da mesma forma no mundo corporativo. Por isso, siga em frente na leitura e saiba tudo sobre esse assunto. 

Qual a diferença entre chefe e líder? 

Podemos dizer que há algumas semelhanças entre um líder e um chefe. Ambos têm o poder da tomada de decisões e representam uma equipe, ou seja, estão à frente de uma equipe. 

Por isso, as pessoas tendem a confundir os dois termos, mas vale lembrar que nem todo chefe é um líder. 

No entanto, um líder é aquela pessoa que inspira e estimula sua equipe, ou seja, suas ações e palavras têm influências sobre o comportamento de seus liderados.  

Por outro lado, o chefe está ligado à autoridade e ele tem a necessidade de chefiar. Veja o conceito de chefe segundo o dicionário da língua Portuguesa Michaelis:

“Pessoa que ocupa lugar de destaque numa empresa e tem poder de decisão.” 

Sendo assim, podemos concluir que a principal diferença entre chefe e líder está na forma como eles exercem o poder. 

Quais as características de um líder? 

Como vimos, o líder é aquela pessoa que, de alguma forma, é referência para um grupo de pessoas. 

Dessa forma, uma das principais características de um líder é a aproximação que ele tem com a sua equipe. Em outras palavras, ele não ganha o respeito baseado no “temor”, mas sim pelas atitudes e proximidade. 

Além disso, o líder precisa ter autoridade no assunto e experiência para que ele seja inspiração. 

Para mais, o líder é uma pessoa atenta e que conhece bem o seu time, tanto os pontos fortes e fracos. Assim, ele sabe exatamente o que fazer para motivar e desenvolver a equipe. 

Outra característica de quem exerce a liderança é uma comunicação clara e objetiva. Isso significa que o líder também sabe ouvir e dar feedbacks com o intuito de potencializar a equipe. 

Com isso, o líder consegue agir de forma estratégica e auxiliar nos resultados da empresa. Por fim, ele é considerado parte da equipe e está lá para servir também. 

Para resumir, vou citar uma frase muito conhecida, dita por Abraham Lincoln: 

“A maior habilidade de um líder é desenvolver habilidades extraordinárias em pessoas comuns.”  

E as características de um chefe? 

É importante ressaltar que a chefia está diretamente ligada à posição hierárquica de uma organização, ou seja, quando uma pessoa está em um lugar superior a de outras pessoas. 

Dessa forma, o poder que um chefe tem sobre o seu subordinado deriva da própria estrutura organizacional.

Isso dá ao chefe o poder de impor penalidades e recompensas sobre as pessoas que estão sujeitas a ele. 

Assim, o chefe é uma pessoa que está no posto superior de uma hierarquia e que tem as habilidades necessárias para administrar os seus subordinados. 

Por isso, ele utiliza dessas atribuições que o cargo oferece para que os seus subalternos executem as atividades que lhes são designadas. 

Geralmente, o chefe utiliza da forma autocrática para conduzir as pessoas que estão sob a sua chefia. 

Tipos de liderança

De acordo com o que vimos até aqui, tanto o líder quanto o chefe exercem uma posição superior na empresa. Contudo, o que difere um do outro é a forma como essa autoridade será aplicada. 

De forma geral, o chefe possui uma postura autocrática, focada nos resultados e com o foco em atingir as metas. 

Por outro lado, a liderança pode ser exercida de algumas formas diferentes. Dentre elas, quatro são as mais executadas: democrática, liberal, situacional e técnica. 

Liderança democrática

O líder democrático, também conhecido como participativo,  é aquele que compartilha todas as diretrizes com a sua equipe. Em outras palavras, tudo é decidido em grupo e estimulado pelo líder. 

Além disso, como vimos, o líder é parte do grupo e as atividades são estabelecidas em conjunto. 

Portanto, o líder democrático inspira respeito através da confiança, além de promover a produtividade do time alinhado à cultura organizacional. 

No entanto, a tomada de decisão cabe ao líder e ele é o responsável pelos resultados, sejam eles favoráveis ou não. 

Liderança liberal 

Diferentemente da liderança democrática, onde o líder é o responsável por tomar as decisões, na liderança liberal isso cabe à equipe. 

Esse tipo de líder concede total liberdade à sua equipe, pois ele entende que o seu time está pronto para tomar decisões tanto individuais quanto em grupo. 

Sendo assim, a liderança liberal incentiva a criatividade e oferece bastante autonomia, além de promover o desenvolvimento profissional. 

Por outro lado, esse estilo de liderança pode gerar alguns problemas, pois o excesso de liberdade pode influenciar negativamente no trabalho em equipe

Liderança situacional 

Como o próprio nome sugere, o líder age de acordo com a demanda que será desempenhada e a situação em que ela se encontra. 

Em outras palavras, o líder varia entre os tipos de liderança levando em consideração os desafios que a empresa está enfrentando no momento. 

Liderança técnica 

A liderança técnica, também chamada de operacional, exige do líder um nível elevado de aptidão técnica. Dessa forma, ele precisa ter autoridade no assunto para conduzir a equipe. 

Assim, a inspiração do time vem através do conhecimento do líder, pois ele demonstra que sabe o que faz. 

Qual a importância de desenvolver um bom líder na empresa? 

Para acompanhar as exigências do mercado, é importante potencializar as habilidades de liderança para que as empresas possam se manter competitivas e evoluir com as constantes mudanças. 

Além disso, um bom líder é essencial para o desenvolvimento das pessoas e para a motivação da equipe. Assim, ele auxilia na cultura organizacional da empresa, criando uma boa relação. 

Consequentemente, esses atributos de um bom líder trazem para a empresa resultados positivos. O líder também contribui para a diminuição do turnover e do absenteísmo

Dicas para exercer uma boa liderança 

Ser líder não é uma tarefa fácil, porém com muita dedicação e utilizando algumas técnicas, é possível ser exemplo para outras pessoas e alcançar bons resultados. 

Então, veja algumas atitudes para uma liderança eficiente:  

Desenvolva técnicas de comunicação 

A comunicação é essencial em qualquer relação humana e não seria diferente no ambiente organizacional. Assim, é responsabilidade do líder desenvolver técnicas de comunicação interna para evitar conflitos. 

Por isso, o líder precisa ser transparente em sua comunicação, ser ético nas suas ações e acessível aos seus liderados, não criando barreiras na comunicação.  

Incentive e motive a equipe 

Falamos bastante sobre motivação e incentivo à equipe, mas é importante saber como fazer isso. Assim, o líder precisa utilizar as ferramentas certas para as pessoas certas. 

Para isso, o líder pode utilizar de capacitações constantes e treinamentos para desenvolver a sua equipe. 

Saber ouvir e dar feedbacks 

Faz parte da rotina do líder ouvir críticas e sugestões, o que ajuda a manter um clima institucional favorável. 

Além disso, é responsabilidade do líder dar feedbacks constantes, sejam eles positivos ou negativos. Lembrando que a liderança é a responsável por aprimorar as habilidades dos seus liderados. 

Conclusão 

Em resumo, um chefe centraliza as informações e atribuições, além de cobrar pelos resultados. Enquanto isso, o líder delega as tarefas e motiva o time. Então, essa é a principal diferença entre um chefe e o líder. 

É importante lembrar que o RH tem um papel muito importante na formação de líderes, pois ele é o setor responsável por desenvolver essas habilidades de liderança, além de reconhecer bons líderes. 

E aí, gostou do conteúdo? Continue nos acompanhando e fique por dentro de todas as novidades. Até a próxima.