O setor de RH desempenha um papel fundamental dentro das empresas, sendo responsável por gerenciar e acompanhar diversos aspectos relacionados aos colaboradores.

Para garantir uma gestão eficiente e embasada em dados, o uso de um dashboard se torna essencial. Neste post, vamos explorar a importância dessa ferramenta para o RH e como ela pode contribuir para a tomada de decisões estratégicas. Acompanhe!

O que é dashboard?

Um dashboard é uma ferramenta de visualização de dados e métricas que fornece uma visão geral e simplificada das informações mais relevantes para uma determinada área ou processo.

Geralmente, é apresentado em formato de painel, com gráficos, tabelas e indicadores-chave de desempenho (KPIs), permitindo que os usuários acompanhem e analisem os dados de forma rápida e intuitiva.

A principal função de um dashboard é fornecer o monitoramento em tempo real dos dados de uma empresa. Isso pode ser direcionado tanto para a otimização de processos quanto para o acompanhamento do desempenho e crescimento da empresa.

Para garantir uma compreensão fácil, as informações são representadas visualmente, muitas vezes por meio de gráficos e tabelas, facilitando a interpretação de indicadores e métricas.

A proposta é representar números essenciais para a estratégia de negócios e o cumprimento dos objetivos organizacionais. A seleção dos dados específicos para o painel é feita com base nas informações da empresa, abrangendo áreas como vendas, marketing, projetos ou qualquer aspecto do desempenho organizacional. E é claro que essa ferramenta também é muito valiosa para o RH e DP.

vídeo youtube

O que é um dashboard de RH?

Um dashboard de RH é uma interface visual que destaca a estrutura e os resultados da empresa, oferecendo de forma ágil e precisa dados relacionados à gestão de pessoas.

Além de apresentar métricas quantitativas desses indicadores, o dashboard também pode fornecer informações qualitativas. A representação visual desses elementos permite ao gestor:

  • Identificar áreas que demandam atenção e treinamentos;
  • Desenvolver estratégias para a retenção de talentos;
  • Acompanhar investimentos em aprimoramento profissional dos colaboradores;
  • Implementar ações voltadas para a diversidade e equidade salarial.

Portanto, ao utilizar esse recurso, o gestor tem acesso abrangente a todos os indicadores relevantes para o setor de Recursos Humanos.

Para que serve o dashboard de RH?

Imagine ter a capacidade de acessar todas as informações mais importantes sobre os principais indicadores e métricas da sua gestão em tempo real, em um só lugar? Esse é o propósito dos dashboards de RH.

Esses painéis transformam dados brutos em informações claras e insights por meio de vários elementos gráficos, simplificando sua compreensão de maneira intuitiva. Além disso, eles otimizam o processo de coleta, seleção e análise de dados.

Portanto, ao utilizar esses recursos visuais, é possível tomar decisões alinhadas com a realidade da sua empresa.

Por meio dos dashboards de RH, é possível monitorar métricas e indicadores (KPIs) relacionados a:

Além disso, esses dashboards centralizam dados referentes à folha de pagamentos, programas de gerenciamento de talentos e outros aspectos relacionados à gestão de pessoas.

Ao obter uma visão abrangente de talentos e processos, é possível melhorar a troca de informações e planejar estratégias com mais eficiência.

E-book-com-20-ferramentas-gratuitas-para-otimizar-a-sua-Gestão-de-Pessoas

Quais são as vantagens do dashboard para o RH?

Conforme destacado por José C. Marques (2016), em seu livro Gestão de Recursos Humanos, a gestão de pessoas tem experimentado uma evolução ao longo de duas décadas, afastando-se progressivamente do modelo tradicional e assumindo uma posição estratégica nas organizações.

Dessa forma, os dashboards surgem para preencher essa lacuna, sendo uma ferramenta aplicável e adaptável a qualquer organização.

Os dashboards proporcionam ao gestor:

  • Visão estratégica;
  • Acompanhamento e otimização de indicadores de sucesso;
  • Feedbacks pontuais;
  • Monitoramento ágil do comportamento dos funcionários;
  • Ações baseadas em dados;
  • Mensuração de investimentos em treinamentos;
  • Planejamento de ações a longo prazo com maior segurança.

Outras vantagens do uso de dashboards de RH incluem:

  • Aumento da capacidade de gestão;
  • Redução de custos;
  • Melhor controle dos processos
  • Otimiza os processos;
  • Melhora os resultados e integração das equipes;
  • Elevação da produtividade, motivação e engajamento;
  • Facilita a integração da equipe;
  • Alinhamento estratégico aos objetivos da empresa.

A seguir, apresentaremos os tipos de dashboards de RH e como aproveitar ao máximo cada funcionalidade.

Quais são os tipos de dashboard para RH?

É possível desenvolver distintos tipos de painéis de acordo com as necessidades específicas da empresa. Assim, podemos categorizar três modelos, cada um apresentando indicadores específicos de acordo com o nível hierárquico da análise e os objetivos de cada área ou gestor.

Portanto, a seguir, apresentei três modelos que podem ser implementados para monitorar o desempenho. Familiarize-se com eles.

Dashboards Operacionais

Os dashboards operacionais avaliam processos contínuos da empresa, auxiliando na identificação e correção de problemas com informações em tempo real. Exemplos incluem:

  • Contratações: quantidade de admissões em um período específico, tipos de contratação por modalidade (CLT, PJ, terceirizado, estagiário), contratações por funções;
  • Demissões: número de colaboradores demitidos por período ou motivo, tempo de permanência na empresa, tipo de demissão, entre outros;
  • Funcionários ativos: quantidade de funcionários ativos por unidade de negócio, região, área, cargo, nível hierárquico, gênero, etc;
  • Equipe: avaliação de desempenho de cada colaborador, produtividade por área ou funcionário, taxa de turnover da equipe (permitindo identificar equipes com altas taxas de rotatividade para implementar ações), informações sobre férias, licenças, horas extras e horas trabalhadas.

Newsletter Ortep

Dashboards Táticos

Os dashboards táticos oferecem insights sobre padrões e tendências. Ao contrário dos dashboards operacionais, eles permitem a análise cruzada de dados de diferentes setores, proporcionando informações mais robustas para a formulação de estratégias e o monitoramento de seus resultados. Exemplos incluem:

  • Taxa de Retenção de Talentos: Avalia a capacidade da empresa em manter equipes de alta performance e colaboradores com um bom desempenho;
  • Taxa de Turnover e Custos de Desligamento: Mede a rotatividade de funcionários, os gastos com rescisões e novas contratações, bem como os custos indiretos associados à produtividade, treinamento de novos funcionários, entre outros;
  • Taxa de Satisfação dos Colaboradores e Clima Organizacional: Analisa o bem-estar dos colaboradores, níveis de satisfação com colegas, liderança, cultura, benefícios e índices de reclamações trabalhistas;
  • Taxa de Absenteísmo: Controle faltas, atrasos, licenças, atestados, entre outros;
  • Taxa de Aderência ao Plano de Carreira: Mensura a proporção de talentos que seguem o plano de carreira, atendem aos requisitos de formação, competências e experiências estabelecidos, entre outros.

Dashboards Estratégicos

Geralmente, são os líderes, diretoria ou gestores que utilizam os dashboards estratégicos, pois eles apresentam indicadores que orientam as decisões e estabelecem metas de longo prazo, impulsionando o desenvolvimento da empresa.

Esses painéis oferecem métricas abrangentes para embasar decisões futuras, tais como:

  • Retorno sobre o Investimento em Capital Humano (ROIC): Relação entre o lucro operacional e o custo total da força de trabalho;
  • Índice de Inovação: Grau de geração de novas ideias, produtos, serviços ou processos que agregam valor ao cliente (interno ou externo) e ao mercado;
  • Índice de Engajamento: Nível de comprometimento, motivação e alinhamento dos colaboradores com a cultura organizacional;
  • Índice de Aprendizagem: Grau de desenvolvimento de competências e habilidades dos colaboradores por meio de treinamentos, cursos, certificações, etc;
  • Índice de Diversidade: Representatividade de diferentes grupos sociais na composição da equipe, considerando gênero, etnia, idade, PCD, condição sexual, entre outros;
  • Índice de Sucessão: Preparação e disponibilidade de colaboradores para assumir posições de liderança ou maior responsabilidade na empresa, mediante planos de carreira, mentoria, entre outros.

Como um controle de ponto com um dashboard pode tornar a rotina do RH mais prática?

A presença de dashboards integrados a um sistema de controle de ponto pode ser extremamente benéfica para a rotina do setor de Recursos Humanos.

Ferramentas mais avançadas, como o ponto online, ao integrar dados, têm a capacidade de fornecer painéis de acompanhamento com informações atualizadas em tempo real sobre a jornada de trabalho, incluindo frequência, horários de entrada, saída e ausências.

Graças a essas informações, os gestores de RH podem desenvolver estratégias a curto, médio e longo prazos, como a formulação de planos para reduzir o absenteísmo na empresa ou a reestruturação de escalas de trabalho para otimizar a cobertura de horários.

As possibilidades são muitas, proporcionando uma análise mais aprofundada e embasando tomadas de decisões mais eficientes. O dashboard contribui para uma gestão mais eficaz e estratégica no RH.

Qual é a melhor opção de controle de ponto com dashboard?

O Fortime, sistema de ponto da Ortep, é a solução ideal para empresas que buscam uma melhor gestão da jornada de trabalho, aliado a um poderoso dashboard de dados para análise e tratamento de informações.

Nossa plataforma de gestão de ponto oferece aos gestores acesso a um painel administrativo em formato de dashboard, em tempo real. Nele, é possível visualizar dados importantes, como a presença dos funcionários, horas extras em andamento, banco de horas de frequências, ausências e muito mais.

O funcionamento é simples e eficiente: os colaboradores realizam suas marcações no relógio ou aplicativo de ponto (por meio de computadores, tablets ou celulares), e os dados são automaticamente enviados para o acesso do administrador.

Isso permite que o gestor verifique as informações conforme necessário e, a partir delas, crie dashboards de maneira automática. Além disso, é possível gerar mais de 35 diferentes tipos de relatórios para tornar a sua gestão mais estratégica e eficaz.

Ao escolher a Fortime, você proporciona mais tranquilidade para o setor de RH, que pode utilizar seu tempo com ações e planejamentos baseados na análise dos dados fornecidos pelo sistema. Isso resulta em decisões mais estratégicas e relevantes para o negócio.

Clique na imagem abaixo e veja como o Fortime pode revolucionar e simplificar a rotina do seu RH e DP.

economize-tempo-dinheiro-e-papel-com-registro-de-ponto-digital

Danielle Braga

Danielle - Grupo Ortep

Online

Olá, sou a Danielle Braga, Especialista Comercial aqui na Ortep. Bora revolucionar seus processos através dos nossos produtos? Por favor, me informe:

    Utilizamos seus dados para analisar e personalizar nossos conteúdos e anúncios durante a sua navegação em nossa plataforma e em serviços de terceiros parceiros. Ao navegar pelo nosso site, você autoriza a Ortep a coletar tais informações e utilizá-las para estas finalidades. Em caso de dúvidas, acesse nossa Política de Privacidade.