Ter uma equipe de alta performance é o sonho de toda empresa. Uma equipe que trabalha em harmonia, com habilidades complementares e um objetivo em comum, pode alcançar resultados extraordinários. Mas como formar essa equipe dos sonhos na sua empresa?

Neste post, vamos explorar algumas estratégias e dicas para ajudá-lo a montar o seu próprio “Dream Team”, termo que está crescendo no mundo corporativo. Então, vamos descobrir como identificar talentos, promover a colaboração e criar um ambiente propício para o sucesso.

Se você está pronto para transformar a sua equipe em um time dos sonhos, continue a leitura!

O que é Dream Team?

Dream team, na tradução literal, significa equipe dos sonhos, time dos sonhos. A origem da expressão originou-se nas Olimpíadas de Barcelona de 1992, quando se mencionava a seleção de basquetebol dos Estados Unidos, composta por renomadas estrelas da NBA (National Basketball Association), que não sofreu nenhuma derrota durante a competição.

Ao contrário do que se possa pensar, a vitória desse time não se deveu apenas às habilidades técnicas e experiência. Qualidades como colaboração, estratégia e comunicação entre os membros também desempenharam um papel fundamental nesta conquista.

Dessa forma, a expressão começou a ser utilizada no contexto no mundo corporativo para descrever equipes bem-sucedidas que, ao colaborarem, alcançam excelentes resultados para a empresa. Cada integrante compreende sua função, dando o máximo de si e contando, inclusive, com o apoio da gestão para alcançar os objetivos

Portanto, ter um Dream Team significa ter um grupo de colaboradores que possuem habilidades complementares, trabalham bem em conjunto e estão alinhados com os objetivos da empresa.

Essa equipe ideal é capaz de superar desafios, inovar e entregar um ótimo desempenho. Ter um Dream Team pode impactar positivamente os resultados da empresa, pois a sinergia entre os membros da equipe leva a um aumento da produtividade, criatividade e eficiência.

Além disso, a motivação e o engajamento dos colaboradores são impulsionados quando fazem parte de uma equipe de alta performance, o que contribui para um ambiente de trabalho positivo, além de promover a cultura organizacional.

vídeo youtube

Qual a importância de investir na criação de um dream team?

Investir na criação de um Dream Team é fundamental para o sucesso de uma empresa, pois uma equipe bem alinhada e talentosa pode impulsionar o crescimento e a competitividade no mercado.

Sendo assim, ter um time de excelência traz diversos benefícios, como aumento da produtividade, inovação, resolução eficiente de problemas e maior competitividade no mercado. Além disso, um dream team é capaz de inspirar e motivar outros colaboradores, criando um ambiente de trabalho positivo e estimulante.

Contudo, é preciso também investir na formação e desenvolvimento desse time através de um plano de carreira, treinamentos e outras ações que irão impulsionar o crescimento profissional de cada funcionário.

Quais são as características de um dream team na empresa?

Equipes que estão desalinhadas ou com estratégias desorganizadas até podem atingir as metas ou alcançar alguns objetivos. No entanto, os custos associados a isso podem ser bem altos, tanto em termos financeiros quanto em cobrança e eficiência.

Nesses casos, as cobranças são maiores e acabam gerando um desconforto na equipe. Além disso, em situações mais graves, pode até gerar a síndrome de burnout em algum colaborador. Saiba mais sobre esse transtorno em nosso vídeo abaixo:

vídeo youtube

Assim, um autêntico dream team deve possuir características cruciais para assegurar sua efetividade, conforme destacamos a seguir.

Colaboração

Não adianta ter uma equipe repleta de especialistas, que sempre alcançam as metas se, em vez de colaborarem, cultivam uma competição extrema entre si. Esse tipo de dinâmica apenas atrasa as entregas e o alcance dos objetivos, gerando desgaste e estresse. Mesmo que as metas sejam atingidas, o clima organizacional pode ser prejudicado, afetando fatores como absenteísmo, presenteísmo e turnover.

Portanto, um verdadeiro dream team deve ser formado por pessoas que, independentemente de sua expertise, saibam trabalhar em equipe, reconhecendo  seus pontos fortes e os pontos de melhoria.

Boa comunicação

A ausência ou falha na comunicação são grandes obstáculos para o bom desempenho de uma equipe. Quando não há alinhamento, as ações dificilmente convergem para um resultado comum, propiciando erros, retrabalho e, em alguns casos, acidentes de trabalho.

Portanto, é essencial cultivar e incentivar uma comunicação eficaz entre os membros da equipe, permitindo a troca de ideias e informações para a criação de estratégias eficientes.

Sabe receber e dar feedbacks

Completando o tópico anterior, ao desenvolver uma boa comunicação, um dream team sabe receber feedbacks do seu líder e também passar um retorno para seus colegas de trabalho.

Isso envolve ser capaz de ouvir atentamente, compreender as informações transmitidas e expressar-se de forma clara e construtiva. Além disso, é importante ter empatia e ser capaz de fornecer feedbacks de maneira respeitosa e não confrontadora. Essa habilidade é fundamental para promover o crescimento e o desenvolvimento pessoal e profissional.

Vontade de Desenvolvimento

O crescimento individual dos profissionais contribui diretamente para o crescimento da empresa. Essa lógica deve ser aplicada aos dream team, exigindo que os membros tenham uma genuína vontade de se desenvolver.

A busca por conhecimento não apenas ajuda a atingir as metas, mas também pode impulsionar a criatividade e a inovação.

Foco em Resultados

Um dream team deve ter um objetivo comum como ponto de partida para traçar o caminho até a conquista. Para isso, é necessário que todos os colaboradores estejam focados no alcance de resultados.

Portanto, estabelecer indicadores, objetivos e resultados-chave permite avaliar se o time está progredindo na direção correta, com oportunidade de recalibrar a rota, se necessário. Isso aumenta as chances de alcançar os resultados.

Autonomia

O microgerenciamento, tipo de gestão onde a liderança tem um controle excessivo de seus liderados, pode ser prejudicial na construção de equipes eficientes. Quando há excesso de obstáculos e processos burocráticos, os resultados podem ser comprometidos ou demorar mais do que o previsto.

Portanto, a autonomia é outra característica essencial para quem está buscando o dream team. Eles devem ter a liberdade necessária para criar e tomar decisões durante os projetos, com a liderança atuando no sentido de fornecer suporte,  acompanhamento e aprovações.

Qual o papel do RH na construção de um dream team?

O setor de RH desempenha um papel muito importante na formação e no gerenciamento das equipes de uma empresa. Sua responsabilidade inclui assegurar as condições essenciais para o bem-estar, desenvolvimento e retenção de talentos na organização.

Isso implica que o setor de RH desempenha um papel crucial na construção e administração de um dream team, demandando uma abordagem extremamente estratégica e baseada em dados.

Sendo assim, cada ação, projeto e meta devem ser planejados considerando elementos que contribuam para esse propósito, alinhados às características mencionadas anteriormente dos dream teams.

O que fazer para construir um dream team na minha gestão?

É evidente que os colaboradores têm a responsabilidade de apresentar um desempenho excepcional para contribuir para a formação de um dream team. No entanto, a empresa desempenha um papel crucial ao criar as condições necessárias para que seus colaboradores atinjam esse nível.

Como, então, a empresa pode utilizar a gestão de pessoas em prol do desenvolvimento de equipes de alta performance? Abaixo, estão algumas sugestões:

  • Aprimorar o processo de seleção e recrutamento, envolvendo a análise dos perfis dos colaboradores internos e candidatos para identificar as hard skills e as soft skills que podem complementar a equipe, além de valorizar aqueles que compartilham a mesma cultura da empresa;
  • A qualidade do onboarding influencia diretamente na impressão inicial do colaborador. O RH deve estruturar esse processo, fornecendo informações essenciais sobre as funções e expectativas;
  • Desenvolver políticas internas mais eficazes, abrangendo metas, premiações, comportamento e atividades, entre outros aspectos;
  • Estabelecer uma política clara que reflita os valores organizacionais da empresa e demonstre como aplicá-los no cotidiano;
  • Utilizar ferramentas para melhorar o desempenho nas tarefas, abandonando os processos manuais e burocráticos. Assim, contar com a tecnologia torna-se essencial para essa finalidade;
  • Instituir políticas de avaliação de desempenho, permitindo que tanto a empresa avalie seus colaboradores quanto estes avaliem a organização. Isso possibilita a identificação de áreas de aprimoramento para todos os envolvidos;
  • Implementar um sistema digital de controle de ponto que seja prático, acessível de qualquer lugar (como por meio de dispositivos móveis), seguro e capaz de processar informações automaticamente, como o Fortime, nosso sistema de ponto. Clique na imagem abaixo e faça um teste grátis.

economize-tempo-dinheiro-e-papel-com-registro-de-ponto-digital

Gostou do conteúdo? Continue nos acompanhando e fique por dentro de todas as tendências e novidades no mundo do RH e DP. Até a próxima!

Danielle Braga

Danielle - Grupo Ortep

Online

Olá, sou a Danielle Braga, Especialista Comercial aqui na Ortep. Bora revolucionar seus processos através dos nossos produtos? Por favor, me informe:

    Utilizamos seus dados para analisar e personalizar nossos conteúdos e anúncios durante a sua navegação em nossa plataforma e em serviços de terceiros parceiros. Ao navegar pelo nosso site, você autoriza a Ortep a coletar tais informações e utilizá-las para estas finalidades. Em caso de dúvidas, acesse nossa Política de Privacidade.